Grupo Moreno
 

Informes / Fixação de açúcar para safra 2017/18 atinge recorde de 9,4 mi de toneladas

Voltar
 

As usinas brasileiras fixaram até 30 de novembro os preços futuros de cerca de 9,4 milhões de toneladas de açúcar da safra 2017/18, que se inicia em abril do próximo ano. Segundo levantamento da Archer Consulting, o volume representa 35,6% da exportação estimada para o ciclo seguinte. Até outubro, eram 8 milhões de toneladas (30,6%). Em temporadas anteriores, o porcentual máximo de fixação acumulada até o mês de novembro foi de 31% em 2016/17.

O preço médio apurado foi de 17,34 centavos de dólar por libra-peso. Considerando-se os NDFs (contratos a termo de dólar com liquidação financeira), o valor médio ajustado de fixação é estimado em R$ 1.548,49 a tonelada, equivalente a 67,41 centavos de real por libra-peso.

"Como vimos recentemente, os preços altos na bolsa de Nova York (ICE Futures US) combinados com a curva ascendente do dólar incentivaram as usinas a anteciparem suas fixações. O porcentual seria maior não fosse a restrição de crédito por parte das tradings às usinas mais necessitadas", disse, em comunicado, o diretor da Archer Consulting, Arnaldo Luiz Corrêa.

Ainda conforme as previsões da consultoria, o preço médio do açúcar na bolsa de Nova York deve alcançar 23,15 centavos de dólar por libra-peso em dezembro, 24,12 centavos de dólar em janeiro e 24,13 centavos de dólar no mês seguinte.

José Roberto Gomes







Menu Rápido:
Receba Novidades
Tags Relacionadas:

by Somenek